terça-feira, agosto 09, 2005

Helicóptero desviado de fogo em Lustosa para passear ministro

Um helicóptero afecto ao combate às chamas que no passado dia 21 colocaram várias habitações em perigo e consumiram uma vasta área florestal na localidade de Lustosa, concelho de Viseu, foi desviado das operações de combate ao incêndio para proceder ao transporte do ministro da Administração Interna. Na altura “o incêndio estava dantesco, com o fogo á beira das casas, mas o helicóptero recebeu ordem para deixar a brigada helitransportada em Santa Comba Dão e deslocar-se a Lisboa para transportar o ministro de visita ao incêndio de Seia”, adiantou ao Voz das Beira um comandante dos bombeiros que esteve implicado nas acções de combate relativas a este incêndio. O helicóptero é permanente e está sedeado em Santa Comba Dão dispondo do indicativo de «Hotel 1», funcionando como aparelho de resgate e na época de fogos florestais acumula com missões de combate ás chamas, dispondo de uma brigada de 9 bombeiros profissionais, que receberam formação especifica em incêndios florestais e foram alvo de uma especial e complexa acção de recrutamento, numa medida que foi na altura apelidada de “inovadora e de grande eficácia”. Estes bombeiros “também tiveram que abandonar o combate ao fogo, desguarnecendo uma das frentes e também as operações aéreas, que eram na altura vitais”, conclui a nossa fonte. O Voz das Beiras procurou obter um comentário sobre esta situação junto do ministro e do Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil, mas tal não foi possível até ao fecho desta edição.

Reproduzi na integra este artigo tirado do Jornal a Voz das Beiras.
Palavras para que é um artista português e usa pasta medicinal Couto.

1 Comments:

Anonymous zezinho escreveu...
São todos "bons" rapazes...
Ainda continuamos à espera da explicação do ministro...
Abraços.
10/8/05 11:41  

Enviar um comentário

<< Inicio