sábado, setembro 10, 2005

Imperialismo no seu melhor

Luanda - Para satisfazer a demanda diária de mais de um milhão de litros de petróleo (1200 metros cúbicos), Angola importa 60% do combustível que consome, revelou quinta-feira, em Luanda, a directora do projecto de introdução do combustível sem chumbo.
Para um país produtor de petróleo não esta nada mal. Para um país que tanto reclamou a sua independência também não esta nada mal. Para as grandes petrolíferas, para o imperialismo esta óptimo.