terça-feira, setembro 13, 2005

Ocupação de casas em Itália

Em Itália os identitários estão a dar um verdadeiro sentido ao termo “Nacionalismo”. Sob a denominação de Coordinamento Nazionale Mutuo Sociale, os identitários italianos iniciaram uma campanha de ocupação de casas devolutas, a fim de realojarem cidadãos e famílias carenciadas, os quais viviam em condiçoes de vida precárias, muitos deles sem tecto onde se abrigarem.
Deste modo, Mutuo Sociale está apostado numa autêntica batalha contra a especulação imobiliária, entendendo a habitação não como um capital, mas antes como uma necessidade básica para uma completa integração espíritual na vida do Homem. Inúmeras casas e prédios, de norte a sul da Itália, já foram ocupados, das quais se destacam a CasaPound, a Casamontag ou ainda as várias Casa d’Itália, que em Roma ocupou inclusive um palácio abandonado que aloja agora 68 famílias.
Na Itália os identitários fazem da questão social uma bandeira do nacionalismo, procurando o contacto com o povo, compreendendo as suas angústias e respondendo às suas necessidades.


NOVO PRESS