terça-feira, setembro 20, 2005

Reportagem Manifestação contra o Lóbi Gay

A Juventude Nacionalista aproveitou a Manifestação contra o lóbi gay do passado dia 17 de Setembro para celebrar o seu primeiro encontro de militantes. Com a presença de 50 pessoas (militantes e amigos da JN), decorreu no mais saudável espírito nacionalista o primeiro almoço-convívio da organização mais jovem, radical e nacional de Portugal! A direcção do PNR, assim como a Causa Identitária, estiveram representados.

No final do almoço, o líder da JN, Filipe Batista e Silva, incentivou os jovens nacionalistas à militância e à acção determinada e destemida. FBS relembrou os presentes da importância de sair à rua para fazer frente «ao lóbi gay que ofende a Natureza e a Sociedade, assim como a Família Natural e as Crianças». FBS passou por fim a palavra a Filipe Ferreira, um estimado militante nacionalista, que esclareceu os presentes sobre a manifestação congénere realizada no mesmo dia na Bélgica. Depois do almoço, os presentes rumaram até ao local da manifestação.

Às 15 horas, os mais de 300 manifestantes começavam a concentrar-se no alto do Parque Eduardo Sétimo. Depois do discurso inicial do presidente do PNR, a palavra foi passada a FBS:

Neste preciso local, dezenas de crianças e adolescentes sofreram na pele os vergonhosos e criminosos actos da pedofilia. Neste preciso local, dezenas de crianças e adolescentes foram abusadas por adultos depravados e infames, muitos deles pertencendo a certa classe política e à alta sociedade.

Esses crimes foram encobertos durante décadas pelo Regime instalado em 1974. Hoje temos pleno conhecimento da natureza e das circunstâncias desses actos. No entanto, a Justiça em Portugal prepara-se para deixar passar impunes muitos desses crimes contra a Humanidade. O Regime que nos governa prepara-se assim para encobrir os criminosos e ignorar as vítimas.

A Juventude Nacionalista não se esquece que dezenas de crianças foram violadas. Por isso, deixamos pousado neste local um ramo de flores dedicado a todas as vítimas de pedofilia em Portugal!

Para que nunca ninguém esqueça!!!

Depois da cerimónia de homenagem às vítimas de pedofilia, os manifestantes desfilaram até à rotunda do Marquês de Pombal, onde Humberto Nuno de Oliveira, o secretário-geral do PNR, falou sobre a natureza e os objectivos sociais e políticos do lóbi gay. No final, o hino Nacional foi entoado energicamente.