segunda-feira, outubro 10, 2005

Eleições autárquicas 2005

Estas eleições traduziram-se em nada, ou em mais do mesmo. As autarquias do nosso país continuam a ser dirigidas por partidos do sistema, as promessas mais uma vez vão ser rapidamente esquecidas.
Aqui no distrito as cores predominantes vão ser a laranja e rosa, com algumas misturas de vodka.
Relativamente ao PNR tivemos um aumento significativo, atendendo à particularidade destas eleições. Votar num pequeno partido mostrou coragem e fidelização, pelo que me atrevo a dizer, que com algum trabalho é possível, trazer grande parte desses votantes para a militância no PNR.
Uma palavra final para comentar as vitórias dos candidatos que estão a contas com a justiça. A meu ver não devemos só falar dos quatro mediáticos, a que o berloque resolveu chamar o bando dos quatro, omitindo que a única Câmara que governa também está a ser investigada. Devemos falar sim de 1/3 das autarquias portuguesas, que nesta altura do campeonato estão sob investigação, ou com alguns dos seus elementos já indiciados.
No particular do PNR Coimbra, uma certeza podemos ter, com o número de pessoa que me contactam todos os dias, nas próximas eleições autárquicas, o PARTIDO DE PORTUGAL, vai dizer presente em muitas autarquias do Distrito.

1 Comments:

Anonymous grilo falante escreveu...
O problema da corrupção é, em Portugal, grave e chocante! Chocante porque há cidadãos que se aproveitam do facto de ocuparem lugares de poder para benefício próprio. Chocante porque há quem fuja à justiça e, quando regressa, não vai directamente para a prisão. Chocante, enfim, porque não escolhe partidos nem cores. É claro que, quem não ocupa lugares de poder está, imediatamente excluído da crítica, mas isso não significa que os cidadãos eleitos no futuro não venham a cair na mesma tentação. Penso que devemos ter sempre presente que o poder corrompe e que ninguém é incorruptível... só quem não pode!
17/10/05 21:30  

Enviar um comentário

<< Inicio