terça-feira, novembro 29, 2005

Os erros do acórdão de Pedroso


Relação de Lisboa decidiu que Pedroso não deve ser julgado
O acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) dos desembargadores Rodrigues Simão (relator), Carlos Sousa e Mário Morgado que confirmou a não ida de Paulo Pedroso a julgamento tem erros e pelo menos uma afirmação não justificada.
Fonte autorizada do Conselho Superior da Magistratura (CSM) – órgão responsável pela gestão e disciplina dos juízes – adiantou ao Correio da Manhã que Rodrigues Simão, Carlos Sousa e Mário Morgado poderão ser alvo de um inquérito, caso os “erros vão para além do habitual”.
“Se no decorrer do eventual inquérito de averiguações for provado que os erros não são meros lapsos inócuos, mas que houve dolo [intenção], a lei prevê que sejam abertos processos disciplinares”, acrescentou a mesma fonte do CSM.

1 Comments:

Blogger Arruda escreveu...
Caro Vitor

Esta é a justiça que nós temos, principalmente quando há certa "gente" metida nestes casos de pedofilia.
29/11/05 15:10  

Enviar um comentário

<< Inicio