terça-feira, janeiro 31, 2006

Discurso do Presidente do PNR, José Pinto-Coelho