domingo, janeiro 22, 2006

Presidenciais 2006


Mais um ciclo político é hoje encerrado no nosso país.
O Sr. Silva foi eleito á primeira volta, o que não causou estranheza a ninguém, só os vendedores de ilusões tentaram ludibriar o povo tentando-o convencer do contrário.
Os partidos da esquerda trotskista caviar e da esquerda estalinista estiveram iguais a si próprios, embora os resultados globais fossem idênticos aos das eleições para o Parlamento, não se cansaram de gritar vitória. Vi defraudada a minha esperança de o berloque não conseguir os cinco por cento, era uma maneira de o erário público não ser prejudicado com gente daquele calibre. Não que isso fosse prejudicar o partido do Sr. Xico pois para quem defende a liberalização da droga do aborto livre e de mais liberdades para os criminosos, será sempre fácil arranjar um “mecenas” que pague a campanha.
Desiludam-se os portugueses, que de alguma maneira viram em Cavaco Silva o salvador da pátria.
Terminada este teatro das eleições, o “machado de guerra” foi enterrado e o “namoro” já começou.
Não vamos de certeza ter um “Portugal maior” nem “Portugal vai vencer”. Na maioria das vezes vamos ver Cavaco e Sócrates de mãos dadas, com uma ou outra discordância, mas no essencial será tudo farinha do mesmo saco. Tenho mesmo sérias dúvidas que a profecia de Mário Soares se concretize e o actual executivo face a duas derrotas eleitorais venha a cair.
Resta-nos a esperança no crescimento em militância que o PNR Partido de Portugal está a ter. Os núcleos do partido e da juventude não param de crescer, as acções de propaganda repetem-se, o que já faz temer os partidos do sistema. Começa finalmente a amanhecer.

Fonte

1 Comments:

Blogger M escreveu...
"Fazendo uma rápida análise dos restantes candidatos:

Francisco Louçã Bastava saber a que partido preside... Para além de ser um fumador de tudo e mais alguma coisa, é um homem com um paleio intragável.

Mário Soares Um dos maiores "sacanas" que Portugal tem como político. Roubou o país tanto quanto pôde, tendo sido um traidor à Pátria. Já para não mencionar o facto de estar tolo de todo... (vê-se a velhice nos olhos dele, acreditem no que vos digo)

Garcia Pereira Se não me engano está ligado ao MRPP... Desde o início da campanha que admitiu que não era candidato ao lugar, na medida em que não conseguiria competir com os restantes.

Jerónimo de Sousa Membro do partido comuna português desde '74, altura em que tinha 27 anos... Tem como grande trunfo representar um quase «conto de fadas» comunista: Um simples operário que alcançaria o posto máximo de um país.

Manuel Alegre Um dos poucos que, apesar de ter uma ideologia oposta à minha, revela um caráter invulgar não sendo um "troca-tintas" de acordo com o que mais lhe convém.


Assim sendo, talvez Cavaco seja realmente o menos mau..."


Escrito por "lopium" em http://www.forum-nacional.net/viewtopic.php?p=105779#105779
22/1/06 23:55  

Enviar um comentário

<< Inicio