sábado, fevereiro 18, 2006

COIMBRA-Finanças fiscalizam contas da Metro Mondego


Empresa confirma presença de inspectores, mas diz desconhecer o motivo Antigo administrador e autarca admitem ter ouvido falar de "eventuais irregularidades"
O projecto do Metro longe de andar para a frente, continua envolto em suspeitas de ilegalidades. Cartões de credito sem limite de gastos, especulação imobiliária, jobs para a rapaziada. Para tudo serviu o Metro de Coimbra. Agora com o governo a enterra-lo e os autarcas a consentirem, resta a porcaria que a pouco e pouco vai sendo conhecida.
De criticar também a atitude de quem “ouviu” falar e nada fez para investigar.
Como diz o povo “Quem cala consente”.

FONTE