sexta-feira, fevereiro 10, 2006

MURTEDE - Lixeira ilegal “anula” aterro legal

Há uma lixeira gigantesca na freguesia de Murtede, onde tudo é depositado sem respeito nem lei. Um tudo-nada a Sul, em Portunhos, há um aterro legal... sem clientes.
Resíduos de obras, lixo doméstico, colchões velhos, madeiras, plásticos, peças de automóveis, electrodomésticos antigos, papelão, roupa velha. Até restos de estátuas e animais mortos. Tudo isto pode ser encontrado nas toneladas de lixo que são depositadas, diariamente, num gigantesco depósito de entulho, na freguesia de Murtede. Mas não só idênticas situações podem ser vistas no Montinho, em Sete Fontes, na Zona Industrial da Tocha, entre muitos outros sitios.
Em Portunhos fica localizado um aterro de resíduos inertes perfeitamente legalizado, e que pelos vistos não é utilizado.
Reina a impunidade a todos os níveis, quer no sector privado, quer no público, nomeadamente ao nível autárquico.