terça-feira, abril 04, 2006

Santos Cabral deixa PJ


As crescentes tensões entre a Direcção da Polícia Judiciária (PJ) e o Governo tiveram ontem o seu epílogo com a demissão do director nacional Santos Cabral, num despacho conjunto assinado pelo primeiro-ministro e pelo ministro da Justiça.
Mais ma manobra de bastidores do governo PS para controlar as polícias.
Enquanto pregam louvores à democracia os socialistas instalam um clima de ditadura, que devido á sua forma camuflada é muito mais hedionda.