quinta-feira, março 31, 2005

SONDAGEM EM FRANÇA

Uma nova sondagem mostra que a maioria dos franceses, 53%, tenciona votar “não” no referendo sobre a Constituição da União Europeia a realizar a 29 de Maio. A mesma sondagem indica que 47% irá votar pelo “sim". Esta é a quinta sondagem, desde 17 de Março, a dar a vitória ao “não” em França. As quatro anteriores sondagens deram a vitória do “não", com valores que oscilavam entre os 51 e os 55%.
De acordo com esta nova sondagem, da responsabilidade do Instituto Ifop e a ser publicada amanhã no Paris Match, se a votação decorresse no próximo domingo 53% dos inquiridos votaria “não” enquanto 47% votaria favoravelmente a Constituição da UE; a percentagem dos indecisos é de 18%.
Força franceses a Europa agradece.

RUGBY PORTUGAL CAMPEÃO EUROPEU SUB-18-GRUPO B

PORTUGAL CAMPEÃO EUROPEU SUB-18-GRUPO BPortugal venceu o Campeonato Europeu Sub-18, Grupo B, ao derrotar na final a Selecção da Bélgica por 18-12.Ao intervalo Portugal perdia por 6-3.
Esta noticia passou em claro em quase todos os meios de comunicação do nosso país, enquanto para outra modalidades, toda a comunicação social se volta, o rugby é um filho menor para os nossos médias.
A federação os atletas e o corpo técnico estão de parabéns, tanto mais que o Coimbra Nacional, sabe das dificuldades, com que lutam os praticantes desta modalidade.

terça-feira, março 29, 2005

SESSÃO DE HOMENAGEM A RODRIGO EMÍLIO

Recordamos que no próximo sábado dia 2 de Abril, pelas 16 horas, irá decorrer uma sessão de homenagem a Rodrigo Emílio no Salão Nobre do Palácio da Independência, no Largo de São Domingos, n.º 11, em Lisboa.
O COIMBRA NACIONAL envia desde já uma saudação á família do Rodrigo que será representada pela sua mulher, bem como a todos os amigos e admiradores do Rodrigo que vão estar presentes.
Temos em mente realizar uma homenagem ao Rodrigo Emílio em Coimbra. Tenho feito alguns contactos nesse sentido. Para os nacionalistas de Coimbra que frequentam este blogue, vai o apelo para me ajudarem nesta causa.

segunda-feira, março 28, 2005

JUSTIÇA

Entrou em vigor à dias o novo Código da Estrada. Ao contrário do que acontece com o Código Penal, este novo código para os automobilistas é verdadeiramente pesado. As multas são quase obscenas. E a pagar na hora.Dir–se-á que não haveria outro meio de travar esta verdadeira guerra civil nas estradas nacionais! Porventura será verdade. Mas que os valores e as punições são muitíssimo elevados, disso não restam dúvidas. Isto tendo em conta o nosso Código Penal que continua a manter como moldura penal máxima, vinte cinco anos de prisão. Quer se mate uma pessoa, ou dois policias como aconteceu na Amadora ou se mate uma centena. Vêm os defensores desta pena branda dizer que “não pode haver vingança”. Pois vingança não pode haver. Mas também quem é que depois de morto se pode vingar?!Sejamos claros, existem crimes em Portugal que mereciam penas bem maiores do que aquelas que são actualmente aplicadas. O povo exige isso mesmo. Convém não esquecer que as penas que os juízes decidem, são aplicadas em nome do povo. Já agora, senhores políticos, que tão apressadamente querem fazer um referendo ao aborto, porque não fazem também um para perguntar ao povo que vos elegeu se não quer também aumentar a moldura penal para certos crimes?

TERRI SCHIAVO

"O grau de humanidade de qualquer e toda a sociedade é determinada, em primeiro lugar e acima de tudo, pela forma como trata os seus cidadãos mais indefesos, e uma nação que se prepara para assassinar uma cidadã vulnerável e fraca, que respira e tem vida mas que não se pode alimentar pelos seus próprios meios, deve analisar cuidadosamente as origens da sua ética.”
Esta citação podia pela sua força mostrar a nossa indignação, sobre o cobarde acto, que a justiça norte americana e marido de Terri Schiavo cometeram.
No entanto importa divagar um pouco mais sobre o assunto da eutanásia, ou morte assistida. A humanidade têm como grande conquista o direito à vida, não só porque este princípio vêm consagrado em quase todas as Constituições, mas também porque a evolução da ciência médica nos têm feito acreditar, que a todo o momento é possível encontrar a cura, para alguns dos males que nos afligem. No entanto os novos criadores da ética e da moral, tentam a todo o custo por em causa esta conquista, ao ponto de ser possível uma ser humano decidir sobre a vida ou morte de outro..
Á justiça norte americana pouca importa os apelos dos parentes de Terri Schiano, as petições e as manifestações contra este cobarde acto.
Os movimentos de alguns grupos tendentes a fazer aceitar a eutanásia e aborto como direitos fundamentais, não são mais que uma forma de genocídio encapotado
Deixo aqui o mail da Embaixada dos USA para quem quiser enviar uma mensagem de protesto.

sábado, março 26, 2005

PELO DISTRITO

Fiquei hoje a saber que a CIC ia voltar á Solum, depois de ter estado na Relvinha, e passado, pela Praça da Canção, a CIC volta ás origens, local de onde nunca devia ter saído. Só falta ultimar pormenores entre a ACIC e a TBZ empresa que gere o Estádio Cidade de Coimbra, só temos a ganhar com esta mudança.
Também pela imprensa regional soube, que o povo da Figueira da Foz, viu as tarifas da água aumentadas, são as novas políticas do sistema, entregar a gestão de alguns dos departamentos camarários a empresas, recebem os antigos vícios e defeitos , mas têm de dar lucro, resultado as populações continuam mal servidas mas a pagar mais caro.
A Figueira da Foz continua nas bocas do mundo pelas piores razões, segundo parece, em Regalheiros, Lavos o encerramento e demolição de uma fabrica, deixou a nu a presença de compósitos de amianto, substancia altamente tóxica e cancerígena, trata-se de um crime ambiental inqualificável, tanto mais que junto ao local foram construídos equipamentos desportivos e de lazer. Vamos ficar á espera, do resultado das investigações, uma vez que este atentado á saúde pública já foi, comunicado ás autoridades competentes. No entanto este é mais um exemplo do clima de impunidade e falta de fiscalização que graça no nosso país.

quinta-feira, março 24, 2005

DETIDO MAIS UM SUSPEITO DA MORTE DE UM POLÍCIA

A Polícia Judiciária já conhece a identidade do homem que fez fogo com a pistola-metralhadora UZI e matou o agente da PSP Ireneu Diniz, na madrugada de 17 de Fevereiro, no Bairro da Cova da Moura, arredores da Amadora.

O suspeito chama-se Luís Carlos Santos, tem entre 30 e 40 anos e é de origem cabo-verdiana.

Cumpria no Estabelecimento Prisional de Vale de Judeus pesada pena por homicídio – mas,antes do Natal do ano passado, foi agraciado com uma licença precária de nove dias. Devia ter regressado à cadeia em 27 de Dezembro. Não voltou.

Luís Carlos Santos, a partir daquele dia, começou a ser procurado pelos Serviços Prisionais e pelas forças de segurança por “ausência ilegítima” do Estabelecimento Prisional. Agora, é perseguido como o presumível autor material da morte do agente Ireneu Diniz.

As políticas de imigração, justiça e combate á criminalidade dos sucessivos governos têm como resultado a falta de segurança com que são diariamente, confrontados os portugueses,e também na morte de agentes da policia.
É de lembrar que só o PNR têm em relação a estes temas uma política de verdade, baseada na salvaguarda do interesse nacional, e na defesa dos mais elementares direitos dos portugueses.

terça-feira, março 22, 2005

Um projecto chamado Lagoa Nacional

É com grande alegria que dá-mos a boa nova e ao mesmo tempo aproveitamos para dar as boas vindas a mais um blog Nacionalista, o Lagoa Nacional.

"Nascida de um conhecimento que em pouco tempo transitou para um companheirismo e amizade sólida entre pessoas que acima de tudo amam o nosso Portugal e querem um futuro digno numa Nação orgulhosa do seu passado e da sua história, continua a crescer esta ideia que passa por dotar a blogesfera de um conjunto de blogs regionais que permitam o aglutinar cada vez mais Portugueses em torno de um projecto comum para Portugal.

Tentaremos que este blog seja activo, participativo e interessante, mas ao mesmo tempo informativo e que sirva os interesses da nossa Nação.

Prometemos estar atentos ao que de mais importante se passa a nível regional, por vezes factos muito importantes e que ilustram a realidade local, mas que passam despercebidos a nível Nacional diluídos na muita informação, na maior parte das vezes puro lixo ao serviço do politicamente correcto e dos inimigos internos e traidores da nossa Nação, com que diariamente nos bombardeiam.

A nossa luta não é, nem nunca será em vão.

Viva Portugal"

SECÇÃO DE RUGBY DA AAC FAZ 50 ANOS

Em conferência de imprensa, os responsáveis estudantis apresentaram o leque de actividades programadas para assinalar a data de criação de uma secção cujos títulos nacionais e internacionais conquistados “nos deixam orgulhosos do nosso passado”, referiu o seu presidente Álvaro Santos.
Segundo Gonçalo Neto, presidente da comissão dos 50 anos, o programa de celebrações está ainda incompleto, mas decorrerá até 10 de Dezembro, com a realização do Jantar de Encerramento e Encontro dos Campeões.
Esta mês , está prevista a realização de um Sarau, no Teatro Académico Gil Vicente, enquanto entre 7 e 9 de Maio será promovido, na altura da Queima das Fitas, o Torneio Internacional Coimbra Seven’s. A 28 e 29 também de Maio, realiza–se a 8.ª edição do Torneio JP (para iniciados), estando prevista para Abril uma exposição fotográfica volante nalguns espaços públicos da cidade. A 4 de Junho, os seniores da Académica disputam em Coimbra a Taça Ibérica com os espanhóis do El Salvador, de Valladolid. Junho e Julho contemplam ainda o Challenger inter–secções da AAC, enquanto a 9 de Julho tem lugar uma Maratona de râguebi, na Figueira da Foz. Uma semana depois, têm lugar as 24 Horas de Rugby, enquanto o Torneio Luís Carlos (seniores) realiza–se a 17 e 18 de Setembro.
Os estudantes esperam com a dedicação de todos, continuar a dar à cidade uma secção viva e na senda dos êxitos”. A terminar, deixamos o apelo à Câmara Municipal de Coimbra (CMC), solicitando apoio para as actividades, e respectivos encargos, que se avizinham. Chamamos a atenção para as más condições do relvado do Estádio Universitário, que comprometem a integridade física dos jogadores.

O LOUÇÃ EM MÁS COMPANHIAS

Interessante, a entrevista que Francisco Louçã deu à revista Única, do Expresso, de 12 de Fevereiro de 2005. A certa altura, diz o dirigente bloquista:
Nunca me impressionou muito o haxixe, mas se vir amigos a fumar, fumo.
Frase directa, é certa, mas nada digno de grande menção. No entanto, a perspectiva muda um pouco se citarmos um excerto de uma entrevista do mesmo Louçã a Fernando Assis Pacheco para O Jornal Ilustrado de 24.06.1988, republicada no livro Retratos Falados:
P.- Alguma vez fumou um charro?
R.- Não, nunca.
Junta-te aos bons serás como eles junta-te aos maus e serás pior que eles

domingo, março 20, 2005

PENEDO DA MEDITAÇÃO

AMADORA A FERRO E FOGO
Fiquei colado á televisão, para ver os últimos desenvolvimentos, sobre a morte dos dois policias.
Foi comovente ver uma moradora da zona dizer, que estava presa na sua própria terra, aqui esta um verdadeiro atentado aos direitos humanos, não podemos andar seguros, as nossas casas começam a parecer verdadeiras fortalezas, somos obrigados a levar os nossos filhos à escola, os portugueses, têm tido necessidade de se defenderem contra a criminalidade, porque o Estado não o faz.
O Presidente da Câmara da Amadora, falou em politica de contenção da imigração, veja lá Sr. Presidente se não é expulso do Partido!

SOUSELAS
Começo a ler na imprensa regional alguns artigos sobre a co-inceneração, é uma promessa eleitoral deste governo. Grandes lutas se perfilam no horizonte.

BOMBARDIÊ
Aqui esta um facto em que as culpa está de vários lados, do lado dos trabalhadores porque foram nas cantigas do PCP, e tornaram a fabrica pouco rentável com as suas reivindicações. O grande capital internacional que muda a laboração para onde têm mais lucros, e que impede outras empresas, de ficarem com a fábrica, numa lógica de combate há concorrenciais últimos governos por não terem tido a coragem politica, para impedir que a industria nacional fique mais pobre nesta área.

METRO DE COIMBRA
A polémica está instalada, os interesses locais, parecem estar acima dos regionais.
A Câmara e as Associações de moradores da Lousã querem que o metro vá até Serpins, a Câmara de Coimbra na última Assembleia da empresa MM, recusa debater o assunto, o concurso público já esta em marcha, a Câmara da Lousã recorre aos tribunais.
Parece a novela da noite, a região de Coimbra precisa que estes Srs. se sentem à mesa e que cheguem a um acordo.

IRAQUE
A invasão do Iraque dura há dois anos. As armas de destruição maciça não foram encontradas e os Estados Unidos falam agora do “movimento pela liberdade e democracia”.Como as palavras não valem nada nos dias de hoje, os USA ocupam pela força um país, novo significado para liberdade e democracia.

AMADORA A FERRO E FOGO

Os dois agentes da PSP mortos esta madrugada na amadora foram baleados várias vezes por um homem a quem tinham pedido identificação. Um terceiro agente foi também ferido mas já teve alta do hospital S. Francisco Xavier.
Mais uma vez a nossa policia é que paga pela falta de medidas de combate ao crime, a que os sucessivos governos nos têm habituado.
Para além da manifesta falta de meios, formação e coordenação as nossas forças de segurança têm medo de actuar, pois são constantemente criticados pelas suas acções.
Segundo as noticias oa autor do crime é um "português" com sotaque "brasileiro".
O COIMBRA NACIONAL envia ás familias dos agentes as mais sentidas condolências.
Neste momento não podemos deixar de publicar o posição do PNR face á Segurança e Administração Interna.

Administração Interna e Segurança

A melhoria da Segurança, em todos os seus aspectos, não passa apenas pelo aumento do número dos agentes em serviço nas Forças Policiais, passa, antes de mais, pelas condições que lhes sejam dadas para o exercício das suas missões e por uma adequação das penas à gravidade dos crimes. Ou seja, o Código Penal, no seu todo, terá de ser uma força dissuasora da criminalidade.

Contrariamente ao que muitos propalam, por inconfessados interesses, a acção das Polícias é altamente positiva, mesmo lutando com múltiplas dificuldades.

Mas essa acção não é apoiada pelos Tribunais, não por culpa dos juízes mas por força da Lei que os limita. Impõe-se uma revisão realista do Código Penal que, sem desrespeitar os Direitos do Homem, respeite os direitos fundamentais dos cidadãos pacíficos e cumpridores.

Estes têm que se sobrepor forçosamente a qualquer tipo de direitos dos criminosos, dada a vaga crescente de crimes de grande violência, sobretudo nas zonas urbanas. A criminalidade associada a bandos juvenis é outro fenómeno em ascensão.

Portugal é um dos principais “entrepostos” da droga que entra na Europa. Quem o diz é o Gabinete para os Assuntos Internacionais da Droga e da Coacção Legal, órgão do Departamento de Estado norte-americano, no seu relatório anual.

Isto significa que, apesar dos esforços das nossas polícias, a droga continua a entrar. Acreditamos que, com os meios de que dispõem, as apreensões que têm vindo a ser feitas — que são vultosas — representam um esforço enorme, difícil de avaliar por quem está de fora. E esse esforço é significativamente maior quanto são poucos e fracos os meios de que dispõem para o combate.

Os fluxos migratórios desregrados, também têm contribuído em muito para o aumento da criminalidade, até mesmo da criminalidade organizada e de alto grau de violência.

O PNR propõe-se:
— Modernizar os meios de luta contra os crimes e delitos, e reforçar os meios humanos e materiais ao dispor das forças policiais;
— Revalorizar as remunerações dos agentes da lei, e libertá-los das funções puramente administrativas, que devem ser confiadas a outros funcionários;
— Colocar em prática uma política de prevenção dos crimes e delitos, através da inversão dos fluxos migratórios, do reforço da célula familiar, e da educação cívica nas escolas;
— Promover o repatriamento dos estrangeiros delinquentes para cumprirem pena nos seus países de origem;
— Promover a utilização das polícias municipais para o combate ao crime localizado;
— Reestruturar o Serviço Nacional de Bombeiros e o Serviço Nacional de Protecção Civil;
— Reestruturar a PSP e GNR












.

sábado, março 19, 2005

DIA DO PAI

Celebrar o dia do Pai em dia de S. José é uma efeméride que convém realçar, pois o pai é uma figura tão importante que é preciso, nesta sociedade de consumo e materialista, valorizar. Torna-se necessário um dia mais intenso de reflexão e atenções aos valores para convencimento não só dos pais que o são de facto, como daqueles que não o sendo, são filhos como todos os outros...
O COIMBRA NACIONAL não podia deixar passar este dia sem enviar uma mensagem de solidariadade a todos os pais.

sexta-feira, março 18, 2005

PELA MELHOR DE TODAS AS CAUSAS

Pela melhor de todas as causas !
Encontrei aqui este apelo que faço questão de divulgar bem como solicito a todos os leitores que façam o mesmo, porque a internet e especialmente a blogosfera podem e devem assumir um papel importante na sociedade.

Na Rádio Oásis, ouvi hoje o apelo da Mãe da Beatriz para irmos, no dia 19 de Março, ao Amial (Torres Vedras) fazer testes para doação de medúla óssea. A pequena Beatriz tem 4 anos e tem leucemia e pode vir a precisar da tua ajuda.
Dessa colheita pode, também, sair um doador para alguém que ames.
Dia 19 é o Dia do Pai, um lindo dia para salvar uma vida.

P.S. Requisitos básicos para ser doador de medúla óssea:
- Ter mais de 18 anos e menos de 45.
- Pesar mais de 50 Kg
- Não sofrer de doenças crónicas
Estará presente um médico para esclarecer quaisquer dúvidas.

quinta-feira, março 17, 2005

UMA ASSOCIAÇÃO DAS MINHAS

Dia da mãe...gandarêsa



FONTINHA> ARCAF apresentou projectos para 2005 em jantar de confraternização

O próximo dia 1 de Maio, tradicionalmente Dia da Mãe, vai, este ano, ter um tom mais gandarês. Pelo menos na Fontinha, onde se prestará especial tributo à mulher e mãe gandaresa.

Em jantar informal realizado no espaço rural da casa da Fontinha de Maria Dulce Rosete Dias e de Ilídio Oliveira, confraternizaram as pessoas que trabalharam na preparação e realização da exposição “Fontinha, 100 anos de memórias revisitadas”, da Associação Recreativa e Cultural Amigos da Fontinha. A ocasião serviu também para fazer um balanço das actividades desenvolvidas em 2004 e apresentação das que estão planeadas para o decurso deste ano.

O Dia do Tributo à Mãe Gandaresa é a próxima iniciativa da Associação, a realizar a 1 de Maio, no local conhecido como Cabeço, na Fontinha. Aberto à participação de todas as pessoas da Gândara, sejam de Febres, Cantanhede, Mira, Vagos ou Montemor-o-Velho, este dia tem como principais objectivos alertar a comunidade para o papel da mãe na sociedade e dignificar o seu estatuto como pilar de base da família, mas também divulgar a ARCAF e as suas actividades e “sensibilizar as pessoas para o associativismo”, segundo um dos promotores, António Pereira dos Santos.

“Se estivermos só à espera das instituições estatais não chegamos a lado nenhum”, salientou o autor do livro “Fontinha, o seu povo, história e afectos”, lançado pela aquela associação em finais de Outubro.

Com missa campal, debates e almoço partilhado, o Dia do Tributo à Mãe Gandaresa vai incluir ainda o lançamento do repto para a edição de uma obra dedicada às mães gandaresas (escrita a várias mãos e editada pela ARCAF com o apoio dos municípios da Gândara), e a apresentação da bandeira da associação.

Durante todo o dia vai funcionar um atelier de moldagem e escultura a partir do barro, dirigido pelo escultor Carlos de Oliveira (autor da escultura em homenagem à Mãe Gandaresa, da ARCAF), e onde todas as crianças poderão participar.

Para além de um curso de culinária (a funcionar desde o início do ano).O conjunto de actividades para este ano inclui actividades recreativas e culturais, a participação no Ciclo de Teatro de Cantanhede, a canoagem e o cicloturismo.

A ARCAF tem prevista, para Setembro, Outubro e Novembro, a realização da segunda edição dos colóquios da Fontinha. O primeiro ciclo decorreu em simultâneo com a exposição “Fontinha, Cem Anos de memórias Revisitadas”, que esteve aberta ao público durante três meses, no Centro Cultural da Fontinha. A mostra foi visitada por cerca de 1500 pessoas.

Construções sociais recebem donativos

Um total de 450 euros, foi quanto a Associação Recreativa e Cultural Amigos da Fontinha entregou à Comissão de Construção do Centro Paroquial de Febres e à Gira Sol - Associação de Desenvolvimento de Febres, como contributo para a construção dos equipamentos sociais que têm em curso: o Centro Comunitário e o Pavilhão Multiusos de Febres

O dinheiro corresponde a uma percentagem do produto da comercialização do livro “Fontinha, o seu povo, história e afectos”, de António Pereira dos Santos, e das miniaturas da estátua de homenagem à mãe gandaresa, durante a exposição patente no centro cultural. Entregue em partes iguais, cada instituição recebeu 225 euros.
-------------------------------------------------------------------------------------
Esta noticia foi retirada do Jornal Aurinegra.
O COIMBRA NACIONAL só pode saudar este tipo de eventos, é de facto uma optima maneira de celebrar o 1º de Maio.

quarta-feira, março 16, 2005

IMIGRAÇÃO NÃO CONSIGO PERCEBER

Portugal foi o quarto país, entre os Vinte e Cinco que actualmente compõem a União Europeia, a revelar uma maior "resistência aos imigrantes", com 62,5 por cento dos inquiridos a responderem contra a entrada de mais estrangeiros no país - número superior à média, que se situou nos 50 por cento. Os portugueses revelaram-se reservados quando colocados perante a imigração de indivíduos de "outras raças ou etnias", perante "imigrantes dos países mais pobres da Europa" e perante "imigrantes dos países mais pobres fora da Europa". Este resultado poderá ser uma consequência da recente explosão da imigração no país. Entre 2001 e 2002, devido ao último grande processo extraordinário de legalização, o número de estrangeiros em Portugal quase duplicou, passando de cerca de 250 mil para perto de 500 mil. À frente de Portugal, neste tópico, ficou a Grécia (87,5%), a recém-chegada Hungria (86,5%) e a Áustria (64,5%). Os números mostram ainda que os países nórdicos e os da Europa Ocidental menosprezam esta questão em favor da "resistência aos requerentes de asilo" (esta distinção tem a ver com o facto de existir, nestas regiões, um maior número de estrangeiros que entram com o título de refugiados, ao contrário do que sucede nos países mediterrâneos, onde prevalece a imigração económica). Os portugueses mostraram-se ainda muito "resistentes à diversidade" (sete em cada dez), posicionando-se apenas atrás da Grécia. O outro tópico em que integram os primeiros lugares diz respeito às "políticas de repatriamento para migrantes criminosos" (83 por cento dos portugueses mostraram-se favoráveis, ficando, todavia, atrás da Hungria, da Grécia, da República Checa e da Alemanha do Leste).
Não consigo perceber como os nossos politicos do sistema não entendem o nosso povo.
Não consigo perceber porque continuam as politicas de protecção á imigração.
Não consigo perceber.

PARQUE DE CAMPISMO DA TOCHA TÊM FALTA DE SEGURANÇA

Campistas da Tocha queixam-se da segurançaUma dezena de rulotes e auto–tendas estacionada no parque de Campismo da Tocha foi assaltada no início do mês. Alguns proprietários exigem medidas de segurança.Levantaram a rede que veda o parque, arrombaram janelas e portas das rulotes, cortaram auto–tendas, entraram e levaram todos os pequenos electrodomésticos de venda fácil: televisões, torradeiras, micro–ondas, até roupas dos proprietários. Numa única madrugada, no início do mês, os assaltantes “limparam” uma dezena de tendas sem que ninguém no parque desse conta. Só por volta das 14H00 do dia seguinte, um campista do mesmo parque notou coisas remexidas e alertou os responsáveis do Parque de Campismo, actualmente concessionado à Sociedade Columbófila de Cantanhede, e os restantes proprietários. Passados dez dias, alguns dos proprietários das rulotes assaltadas, não se conformam com a falta de segurança. Afirmam que o parque deveria ter segurança nocturna, que, alegadamente, em época baixa não tem, e não compreendem como a rede de vedação do parque ainda não foi reparada. “A rede ainda está na mesma, permitindo a entrada de pessoas ou de animais e não nos dão qualquer explicação. Agora é que nos deram uns formulários da Federação Portuguesa de Campismo e Caravanismo para fazermos seguros, que nem sequer cobrem esses electrodomésticos que nos roubaram. E quem se responsabiliza pelo nosso prejuízo?”, questiona um dos proprietários, que preferiu manter o anonimato, adiantando que houve até já quem tenha apresentado reclamação junto da Direcção Geral do Turismo. O parque de Campismo da Tocha é propriedade da Câmara Municipal de Cantanhede, mas está, desde há três anos, concessionado à Sociedade Columbófila de Cantanhede. Contactada a direcção da Columbófila pelo DIARIO AS BEIRAS, Lurdes Silva, directora, adiantou que actualmente existe no parque uma pessoa 24 horas por dia, embora reconhecendo que esta não tem qualificações de guarda nocturno. “Pensamos que não é aí que está a diferença, porque um guarda nocturno não podia, por exemplo, estar em vários locais. E até no Verão, com os guardas, de vez em quando há assaltos”, referiu. A responsável explicou ainda que a rede de vedação ainda não foi reparada porque estão, a Columbófila e a autarquia, a repensar num forma de prender a rede, para evitar que seja novamente levantada. A directora da Columbófila sublinhou também que os assaltos têm sido generalizados a vários parques da região e declinou assumir qualquer responsabilidade em relação aos artigos furtados. “Nós chamámos as autoridades, mostrámo–lhes todos os seguros que temos, mas não existe nenhum que cubra o furto de pequenos electrodomésticos”, explicou, salientando que os campistas é que devem fazer seguros individuais.
Para quem não sabe o COIMBRA NACIONAL investigou:
De facto fica uma pessoa no parque durante 24h é uma senhora.
O parque teve este ano um segurança nocturno que sendo um profissional manteve o parque durante os meses de Julho e Agosto em segurança, posso até dizer que em muito boa segurança. Durante este periodo não houveram assaltos.
O que se passou no parque, era de prever, já á muito tempo que os campistas anuais, vinham reclamando segurança nocturna durante a época baixa, tendo-se até disponibilizado a pagar mais um pouco para fazer face ás despesas .
Como é costume no nosso país a culpa vai morrer solteira, não se aposta na prevenção e agora quem vai pagar são os seguros, e que não vão cobrir todos od prejuizos.
O tirar a água do capote ,vai até á caricata afirmação, de que os assaltos já tinham ocorrido em vários parque da região, mais uma razão para terem reforçado ou iniciado a segurança.

terça-feira, março 15, 2005

IMPERIALISMO CHINÊS

A lei anti-secessão de Taiwan, dirigida contra as intenções de independência da ilha e que autoriza o governo e exército chinês a usarem «meios não pacíficos» contra a mesma se as possibilidades de «reunificação pacífica» se «esgotarem», foi ontem aprovada pelo parlamento. Os perto de três mil delegados da Assembleia Nacional Popular (ANP), reunidos em Pequim, no último dia da reunião anual do parlamento, aprovaram o diploma com a tradicional unanimidade: 2.896 votos a favor, nenhum voto contra e duas abstenções. O projecto de lei foi apresentado no dia 8 de Março tendo sido aprovado ontem no Grande Palácio do Povo, na capital chinesa.
Depois do Tibete o governo comunista Chinês pretende anexar Taiwan, indiferentes a isto os politicos da União Europeia, fazem acordos comerciais com este país. è a politica da avestruz, só vêm o que lhes interessa.

domingo, março 13, 2005

HOMENAGEM A RODRIGO EMÍLIO

A Sociedade Histórica da Independência de Portugal vai realizar no próximo dia 2 de Abril, sábado, pelas 16 horas, uma homenagem ao poeta e ensaísta Rodrigo Emílio, falecido no ano passado.A sessão solene evocativa do desaparecido vulto da cultura nacional decorrerá no Salão Nobre do Palácio da Independência (Largo de São Domingos, n.º 11, em Lisboa). Rodrigo Emílio, nasceu em Lisboa em 1944. Filho do falecido poeta e crítico Rodrigo de Mello e bisneto do poeta romântico Thomaz Ribeiro, bacharelou-se em Filologia Românica.
Colaborou, assídua e activamente, como crítico, poeta, ficcionista e polemista nos seguintes suplementos: Diário da Manhã, A Voz, Notícias, Época, Correio do Minho, Notícias de Fafe, Renovação, Unidade, Agora, Redondel, Itinerário, O Debate, Diário de Notícias, Diário do Minho, Política, Gil Vicente, Permanência, Raiz, Panorama, Ocidente, Frente, etc. Foi por duas vezes premiado em concursos de Poesia e Ensaio, promovidos pelo Diário de Lisboa. Em 1963 foi Prémio de Poesia no Concurso de Manuscritos do então SNI, com o original As Lágrimas Ancoradas à Sombra do Amor. Premiado, também, nos Jogos Florais da Emissora Nacional, de 1969, na modalidade de Poesia Lírica. Produziu, para a RTP, os programas de Poesia VESTIRAM-SE OS POETAS DE SOLDADOS e SOBRE A TERRA E SOBRE O MAR. Publicou várias obras entre as quais: MOTE PARA MOTIM, POEMAS ACENADOS A UMA CRIANÇA LONGE, PRIMEIRA COLHEITA, SEGUNDA CEGUEIRA, SERENATA A MEUS UMBRAIS e POEMAS DE BRAÇO AO ALTO.

sábado, março 12, 2005

11 de MARÇO

Não devemos esquecer que faz hoje um ano Espanha sofreu com mais um atentado.Para nós Nacionalistas este deve ser condenado, pela sua cobardia.Mas tambem é bom não esquecer que as politicas de favorecimento da imigração, a abolição de fronteiras, e os obstáculos que são postos á actuação e investigação policial, são um convite a este tipo de acções.Esta data tambem deve ser lembrada pelos portugueses, pois foi no dia 11 de Março que o PREC, de tão má memoria deu um golpe nas pretenções, do General Spínola. tento tido inicio nesta data um dos periodos mais vergonhosos da nossa história.

quarta-feira, março 09, 2005

EDITORA CIDADE BERÇO

Editora Cidade do Berço, Ldª
Escritura notarial realizada em Guimarães, em 26 de Agosto de 1999 entre três sócios :
João Barroso da Fonte
João Pedro Miranda Barroso da Fonte
José Miguel Miranda Barroso da Fonte
( contactos)
Presentemente edita: Voz de Guimarães, Poetas & Trovadores e Revista Gil Vicente. É também depositária legal de alguns livros que aparecem nesta página (ver Livraria Virtual).
Editora de apoiar. Aconselho uma visita.

terça-feira, março 08, 2005

O DIABO Á SOLTA

Hoje como sempre lá fui eu comprar o "DIABO". Artigos que gostei:
O rato que não pariu uma montanha de Walter Ventura
Os meus blogues, que esta semana saca da "blogosfera" o blogue do BOS, NOVA FRENTE, com um texto a não perder " O albergue socialista".
Correio do Inferno, Chissano em Portugal.
Numa imprensa cada vez mais dominada pela esquerda, onde os " funcionários do partido"quais verdadeiros censores, só publicam as suas posições o "DIABO" continua a ser uma publicação independente.

domingo, março 06, 2005

O NOVO GOVERNO

Não posso nem devo deixar de comentar alguma coisa sobre o novo governo.
Não porque pense que a mudança da cor laranja para a cor rosa, vá trazer algo de novo ou melhor para Portugal. Mas sim para fazer alguns reparos sobre certos Ministros.
Começo naturalmente a falar sobre o Prof. Freitas do Amaral, só não me sai o totoloto, mas também estava facil de adivinhar, aqui estão os trinta dinheiros.
Tambem achei graça ao Ministro das Finanças, começa a cair a capa, a conversa do Sr. é a mesma do mesmo.
Não deixo de ficar preocupado em relação ao Ministro da Administração Interna, só temos a esperar, mais criminalidade, e mais processos e inquéritos ás Forças de Segurança.
Em relação ao Ministro do Ambiente segunda a comunicação social as Organizações Ambientalistas acolheram com agrado a sua nomeação, é só esperar que o chefe tire da gaveta o bafiento dossiê da coinceneração, para as coisas mudarem logo de figura.
Na certeza teremos um Portugal adiado, onde apenas vão mudar as caras porque a politica vai ser basicamaente a mesma. Apenos vai ser registada uma mudança o PS vai ter de pagar a certos sectores, que lhe deram o empurrão, e lá vamos ter novamente a questão do aborto, e outras "preocupaçoes sociais" de alguns falsos defensores dos Direitos Humanos, a virem para a ordem do dia, como se delas depende-se a salvação da Patria.

sábado, março 05, 2005

"TAL&QUAL mente sobre o PNR

Resposta do PNR aos ataques do Tal & Qual

O PNR repudia o teor das notícias publicadas hoje no semanário “Tal & Qual” sobre o alegado envolvimento deste partido em actos ilícitos e aqui publicamente repudia as ofensivas mentiras aí grafadas sobre as orientações ideológicas do Partido. Ao querer imputar ao PNR ideologias que não são as suas, a jornalista que subscreve a peça mente descaradamente tentando conduzir este Partido para as raias da marginalidade. O PNR, como é sabido, não só não estimula — por actos ou palavras — qualquer tipo de violência ou criminalidade, como é o único partido que enuncia no seu programa um conjunto alargado de medidas que visam restabelecer a segurança e combater a delinquência crescente. Os Portugueses sabem que podem contar com o PNR para combater a criminalidade, qualquer que ela seja, devendo por isso repudiar as atoardas de um jornal assaz conhecido pelo sensacionalismo e pela falta de coerência das notícias que publica.

sexta-feira, março 04, 2005

CLUBE NAUTICO DA FIGUEIRA DA FOZ

O Clube Náutico da Figueira da Foz (CNAFF) recebeu no último fim-de-semana o 1.º Encontro de Clubes de Vela Adaptada, evento que se desdobrou numa sessão de informação e num workshop e terminou com a realização da assembleia geral da Associação Portuguesa de Vela Adaptada (APVA), tendo as actividades desportivas sido canceladas em função de previsões climatéricas desfavoráveis. Dois dias que serviram sobretudo para trocar ideias e experiências. Nem todas positivas, a julgar desde logo pelo anfitrião Clube Náutico. È que o CNAFF teve de pagar como artigo de luxo as duas embarcações que adquiriu no estrangeiro para permitir o acesso a esta prática desportiva a pessoas com deficiência…
E esta.....

Rugby Clube da Moita

A direcção do Moita Rugby Clube da Bairrada (MRCB) assinalou os 30 anos de rugby na Moita com um jantar de confraternização.
O Coimbra Nacional deseja a todos os atletas e simpatizantes deste clube, por altura de mais um aniversário, as maiores felicidades.
Lembro que a Sede deste clube foi recentemente visitada pelos amigos do alheio, facto que infelizmente já é um lugar comum neste país.
Já agora falando de Rugby, a nossa selecção soma e segue na Europa, sem muitos apoios pois a bola não é redonda

quinta-feira, março 03, 2005

Coimbra Nacional em Autocolante

Como forma de promover localmente o blog foi criado pelo António do Portimão Nacional um pequeno autocolante com 105mm x 37mm para serem distribuidos pelo distrito.

quarta-feira, março 02, 2005

CANTANHEDE E AS ELEIÇÕES

Segundo o Jornal as Beiras, a ultima Assembleia Municipal ficou marcada por festejos e troca de mimos entre o PS e o PSD, neste jogo em que uns fazem que governam e outros fazem de oposição, pergunta aqui o Zé,: Será que ainda houve tempo para discutir os assuntos do Concelho? Para quando o nosso povo abre os olhos, e começa a eleger para as Autarquias, pessoas para tratarem dos reais interesses das mesmas, e não do campeonato das legislativas?

DIREITO DE RESPOSTA

A edição de hoje do "Diário de Notícias" publica na página 9 uma resposta de Humberto Nuno Oliveira, como candidato do PNR às passadas eleições, a uma anterior crónica do referido jornal.Parece-me muito de louvar a atitude de Humberto Nuno Oliveira, do "Santarém Nacional",também eu tenho varias vezes protestado junto da comunicação social alguns artigos ou falta de informação, infelizmente alguns nacionalistas não têm por costume fazer ouvir a sua opinião. Eu acho que com a possibilidade que alguns orgãos de informação desponibilizam "on line"esta é mais uma forma de nos fazer-mos ouvir. Transcrevo a seguir a carta do Prof. Humberto Oliveira ao "Diário de Notícias"."Vem o Partido Nacional Renovador apresentar formalmente junto de V. Exa. o seu mais vivo protesto pela parcialidade, falta de responsabilidade jornalística e manifesta má-fé patenteada no artigo da edição de hoje (17 de Fevereiro) desse jornal "A direita" de Luciano Amaral.Embora V Exa. pretenda assegurar a liberdade jornalística dos seus colaboradores, o que naturalmente se saúda, deve, porém, dispensar a necessária atenção para que os mais elementares direitos de informação não sejam violados e que grosseiras mentiras não sejam veiculadas nas páginas de tão prestigiado órgão de comunicação.Ora grafa-se nas considerações do referido articulista que em Portugal: "não existe (ou praticamente não existe) é uma direita doutrinária ou ideológica, seja ela liberal, conservadora ou até nacionalista. Isto se excluirmos agrupamentos semiclandestinos ou vagas tertúlias de café local".a) Existe em Portugal uma direita doutrinária ou ideológica Nacionalista, encontra-se até constituída como Partido concorrente às presentes eleições, trata-se do PNR que, olimpicamente, esse articulista parece querer desconhecer;b) Reduzir esta força política, legal e concorrente às presentes eleições, a um agrupamento semiclandestino ou vaga tertúlia de café local, é uma afronta aos 8500 portugueses que nela votaram nas eleições europeias de 2004, uma desonestidade Jornalística e uma forma grosseira de induzir eventuais eleitores num logro que, cremos, será propositado.Face ao exposto, o PNR entende protestar formalmente e solicitar a V.a Exa., ao abrigo do Direito de Resposta, a publicação desta nossa carta."

POLITICAMENTE CORRECTO

Há coisas que não se podem dizer e muito menos escrever nos dias que correm.
Uma nova forma de censura imposta pelos mediocres, abre caminho a torto e a direito no mundo, o "politicamente correcto".
Empurrada muitas vezes pela Lei Universal do pêndulo, a "descrição do mundo" das sociedades por outra palavras a sua ideia do bom e do mau, do excelente e do nefasto, vai mudando com o apoio e a complacencia dos mais ignorantes daqueles que aceitam as coisas ditas segundo uma única cátedra. Os novos novos sacerdotes da sociedade moderna elaboram as suas doutrinas, amplificamdo-as pelas meios de comunicação que rara vez se atrevem a questionar a sua "santa palavra". O resultado? Um avultado embrutecimento dos neurónios, e o contínuo balir das ovelhas a repetir as mesmas mentiras, que em muitas ocasiões alcançam o absurdo.
Será que poderei dar exemplos, sem ser queimado na fogueira dos hereges? Certamente não se questiona-se coisas como a descriminação positiva, as leis do aborto, a homosexualidade,a imigração... E tantas outras coisas de que sera melhor nem falar. Seria um escandalo seria condenado na praça publica .
No entanto nem todos podemos permanecer calados perante este recitar de dogmas inquestionáveis, aceite por quase todos, quetionados por poucos. Perante este espectáculo talvez imbuídos de alguma onda enviada pelos nossos antepassados, talvez levados pelo o ódio á estupidez e como não podemos fugir ao tempo que nos foi destinado para viver, alguns de nós começam a erguer a bandeira que vai salvar a nossa Patria.
Quem tiver olhos para ver que veja , quem tiver ouvidos para ouvir que oiça.

terça-feira, março 01, 2005

DIA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

Um de Março é o Dia da Universidade de Coimbra. As comemorações de hoje têm a sessão solene como ponto alto e incluem um vastíssimo e rico programa.
Dentro do vastíssimo programa destaco o debate soubre a entrada da Turquia na União Europeia, que cheguem a uma boa conclusão Portugal agradece.